A volta do Neon!

postado por: Time Ohcarol - 15 de abril de 2019

Saiba tudo sobre essa tendência.

 

 

Existem várias maneiras de definir uma cor neon. Ela é elétrica, viva, acesa, vibrante, fluorescente… O que é consenso é a modernidade que uma peça com essa tonalidade traz para o visual, seja ela pink, laranja, verde-limão ou amarelo marca-texto. E não é por acaso. Considerada um hit dos Anos 80, é bastante associada, junto com os metalizados, às tendências futuristas que rondavam a época, marcadas principalmente pela corrida espacial entre os Estados Unidos e a União Soviética.

 

Na década oitentista, o neon era comum às roupas de ginástica e às discotecas. A novela brasileira Dancin’ Days, de Gilberto Braga, é um ótimo exemplo de como a trend se instaurou no mundo fashionista daquela época. Hoje, as cores vibrantes voltaram de forma gradual e repaginadas. O revival começou com indícios já na coleção de Inverno 2018 da Miuccia Prada. O coming back definitivo se deu no Verão 2019, nas passarelas “grifadas” de marcas como Versace, Brandon Maxwell e Tibi.

 

Adeus, polainas!

 

O fluorescente ganhou espaço e deixou de ser exclusivamente atrelado ao mundo fitness com suas calças leggings e camisetas de treino. A cor ganhou modelagens, tecidos e texturas mais elegantes e sofisticadas, e podem ser usadas até mesmo em ambientes corporativos e sociais. Tudo vai depender, é claro, do perfil da empresa em que se trabalha. Vale investir em um conjunto de alfaiataria para um look monocromático ou – para os mais básicos – em acessórios como sapatos, bolsas e joias.

 

As cores neon podem causar estranhamento em um primeiro momento, mas não são difíceis de serem incorporadas às produções. Elas combinam com tonalidades escuras, como azul-marinho e preto, e neutras como bege e cinza. O único cuidado é equilibrar todos os elementos do visual para não deixá-lo pesado. É possível encontrar referências de como usar em celebridades já adeptas aos tons fluorescentes. Kendall e Kylie Jenner, do Clã Kardashian, por exemplo, já foram de streetstyle a moda praia com o verde marca-texto.

 

O outono é sempre igual

 

Sandy e Junior que nos perdoe, mas já faz um tempo que o Outono-Inverno deixou de ser sinônimo de sobriedade e tons de cinza. Mas desta vez, a indústria se superou. Não há jeito melhor de colorir os dias de frio do que o vibrante neon. As tonalidades quebram a sisudez da cartela preto-cinza-marinho-marrom comuns ao inverno ao passo que dão um toque cool para a produção. Em looks monocromáticos, as peças-chave da temporada são vestidos, macacões e terninhos (conjunto de blazer e calça alfaiataria).

 

Mas, se a ideia não é se jogar de cabeça na tendência, existem formas de incorporar as cores de maneira mais sutil, se é que isso é possível. Por meio de acessórios ou em peças avulsas de vestuário. Afinal, é necessário repensar o consumo desenfreado das “novas modas” e realmente só investir em peças que serão usadas em longo prazo. Um par de brincos ou uma T-shirt já faz de você um adepto à tendência. E ocupa menos espaço no armário durante a espera pelo novo ciclo neon. Lembre-se sempre: o mercado é cíclico, e a tendência em voga hoje já esteve em alta em algum momento do passado e voltará, novamente, no futuro.

 

Shine bright like a diamond

 

Embora o neon esteja associado a, no máximo, cinco ou seis variações de cores – verde, amarelo, laranja,pink, roxo e azul – vibrantes, escolher um tom pra chamar de seu não é exatamente uma tarefa simples. Existem, é claro, algumas dicas que ajudam a nortear no momento da compra ou da produção de um novo look. Peles claras, por exemplo, vão muito bem com o rosa, que traz à tona o subtom da pele dando um ar saudável e corado. Os mais bronzeados combinam com tudo, principalmente o amarelo e o laranja. E a pele negra brilha com o verde e o roxo.

 

Vale nas roupas e vale na beleza. Se vestir o neon não é exatamente a sua praia, um esmalte ou uma sombra com as tonalidades também já faz de você um fashionista do momento. O segredo é o equilíbrio, é saber balancear a quantidade e a intensidade do glow de acordo com o seu estilo. É ficar confortável onde se vai com o que se está usando. Não há dúvidas que a trend do neon proporciona visibilidade, e isso está muito associado ao espírito do momento, que é combativo e é feminista. É ser visto e se fazer ouvido. Nada é por acaso em uma das principais formas de expressão do mundo.

 

Luz na passarela que lá vem ela…

 

O neon gabaritou as últimas semanas de moda internacionais e foi destaque em Nova Iorque, Londres, Milão e Paris. Nas passarelas inglesas, a House of Holland, por exemplo, apresentou combinações usuais que podem servir de inspiração para o dia-a-dia. Uma das apostas é combinar dois tons fluorescentes em uma mesma produção. A grife mostrou ainda que rosa e laranja dão match. Outro ponto alto é em relação ao animal print. Além do tecido colorido, é possível investir em estampas de bichos – trend de inverno – com fundo vibrante.

 

Já Saint Laurent foi além em seu desfile em Paris, na França. Não apenas incorporou o neon em seus vestuários, como também abusou de luzes de LED que deram um toque de glam e glow para a tonalidade na passarela, iluminando-a. Anthony Vaccarello, o estilista da marca, trouxe terninhos de cortes retos e com ombros em evidência, bem como pelos que revestiam os casacos do show. Outros acessórios que chamaram a atenção, pela apresentação da maison, foram os cintos e os óculos escuros. Bem ficção científica.

 

 

Promoções
e Novidades

Receba no seu email, todas as ultimas novidadas e tendências em jóias.