Frete Fixo
R$14,90
Entrega
em todo o brasil
Frete Grátis
acima de R$199
Parcelamento
em até 3x
Atendimento
via WhatsApp

Pingente Para o Dia

Definido como um enfeite suspenso de outra peça de joalheria como um colar, uma corrente ou uma pulseira, os pingentes podem ser considerados os acessórios mais versáteis do mundo da moda.

Do latim pendere, que significa “estar pendurado”, a peça pode transitar entre diferentes ocasiões e horários, além de se comportar tanto como complemento quanto como protagonista de uma produção. Conhecidos pelo homem desde a Idade Média, eram confeccionados de materiais rústicos como pedras, dentes e ossos. Hoje, os pingentes estão disponíveis em uma grande variedade de tamanhos, materiais e modelos que agradam a todos os estilos.

 

Esses acessórios podem ser divididos em dois grandes grupos: pingentes para o dia e pingentes para a noite. No primeiro, entram os modelos mais casuais, que podem ser usados no dia-a-dia sem causar incômodo. Um coração, uma cruz, um olho-grego, a letra inicial do nome. São tantas opções disponíveis que é impossível listar todas. Geralmente, são peças menores confeccionadas de metal liso e sem o adorno de pedras. Caso possuam algum detalhe, são minimalistas. Queridinho das mais básicas, os pingentes para o dia podem ser incorporados também no visual das mais fashionistas. Como são mais delicados pelo tamanho, eles vão super bem em composições. Experimente combinar pingentes de um mesmo tema ou tonalidade em correntes de diferentes comprimentos.

 

Já os pingentes para a noite são aqueles com pedras, brilhos e, até mesmo, tamanhos máxi. Eles são pensados exatamente para valorizar um visual noturno. Seja em festas mais elegantes, como casamentos, coquetéis ou formaturas, até as ocasiões mais descontraídas, com um happy hour, baladas e barzinhos. O segredo para acertar na escolha do acessório é ter em mente qual é o papel que você quer que ele desempenhe em seu visual: protagonista ou coadjuvante. Para uma peça-statement, que sozinha é responsável por segurar o look inteiro, os pingentes de tamanhos maiores são os mais indicados. Neste caso, uma roupa mais neutra pode ajudar a equilibrar o visual e não causar conflito de informações. Se a roupa é a estrela da noite, aposta em peças mais sóbrias.

 

Mesmo sendo possível usá-los em outros acessórios, os pingentes acabam se  confundindo com colares e as tendências do primeiro se tornam também do segundo, e vice-versa. Porém, mesmo com a inconstância do mercado fashion, as idas e vindas das trends, os pingentes se mantém eternos. São versáteis, atemporais e práticos, tanto para o dia-a-dia quanto para presentear alguém querido. Com tantos modelos e opções nas lojas, é praticamente impossível não encontrar um que seja perfeito para quem você quer mimar. Essa capacidade de personalização que os pingentes proporcionam é quase que única na joalheria. Uma pessoa apaixonada pelo mar pode se encantar com um modelo de âncora, por exemplo. Para uma ciclista, que tal uma miniatura de bicicleta? E assim por diante.

 

Sendo assim, os pingentes ultrapassam as barreiras físicas e se tornam também sentimentais. Principalmente quando adquiridos através de um presente ou de um motivo especial. E essa tendência pode ser vista na moda de pulseiras de berloques que explodiu nos últimos anos. Mais do que acessorizar, esses acessórios são capazes de guardar histórias e passar mensagens. Podem ser fruto de um Dia das Mães, de um Dia dos Namorados ou ser conquistado após uma graduação ou viagem. Mais chique e fashion do que harmonizar e combinar tonalidades e metais, é carregar memórias e emoções.

Gênero